PALESTINA - A visão de um escritor japonês

Uma interessante visão japonesa:Os japoneses têm olhos oblíquos, mas vêem as coisas com muita clareza. Um cidadão japonês de Tóquio enviou esta carta a um jornal local: Se vocês estão tão seguros de que a Palestina, o país, foi fundado há muitos séculos, ou gerações e registrada através da História escrita, espero que estejam capacitados a responder às perguntas abaixo: - Quando foi fundada e por quem?- Quais eram as suas fronteiras?- Qual a sua capital?- Quais eram as suas grandes cidades?- Qual era à base de sua economia?- Qual a sua forma de governo?- Você pode citar pelo menos um líder palestino antes de Arafat?- A Palestina foi reconhecida por algum país cuja existência, naquele tempo ou agora não deixa margem a interpretações?- Qual era a língua falada no país Palestina?- Qual a religião que prevalecia no país Palestina?- Qual o nome de sua moeda?- Desde que tal país não existe hoje, explique porque deixou de existir?- Se você lamenta o destino da pobre Palestina, responda em que época este país foi orgulhoso e independente?- Se o povo que você, por engano, chama de palestino é algo mais do que uma coleção de gente saída de países árabes e se eles têm realmente uma identidade étnica definida que lhes assegure o direito da autodeterminação, por que eles não trataram de ser um país árabe independente até a derrota devastadora na Guerra dos Seis Dias?- Espero que você não venha a confundir Palestinos com filisteus.Trocar etmologia por história não funciona.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Paulo: Judeu,grego e romano.

O principe messiânico em Ezequiel

Simples provas que Jesus não era o Messias.